Fecomercio

18 de abril. Apenas um dia, mais um dia. Ou não?

Por Anderson Cleuber em 16/04/2021 às 14:28:09

Todo dia tem 24 horas. Todo dia tem um período mais claro, às vezes com bastante sol, as vezes chuva, mas à noite escurece. O clima é outra coisa que muda durante o dia bem como nosso comportamento diante do calor ou do frio. Mas em tese, todo dia é essencialmente 1 dia, situado numa semana, dentro de um mês, de um ano qualquer, e o que dá sentido à esse dia são os acontecimentos ocorridos em sua duração.

18 de abril seria apenas mais um dia se essa data não tivesse sido marcada com acontecimentos tão sérios e impactantes na minha vida. Morte e vida.

Vida e morte. Hoje eu encaro esses dois eventos como parte de um mesmo processo que todos nós vivenciamos, independentemente do dia e da maneira como acontecem. Em minha reflexão entendo que os dois são importantes para existência humana, pois devem nos levar à consciência de que somos seres "humanos". Parece tão óbvio, mas será que o é na prática? Ou será que vivemos como se fôssemos "deuses", acima de tudo e de todos, ou em busca de fórmulas de imortalidade para que possamos justificar nosso egocentrismo? Tipo: "-Esse CARA sou eu!"

Ontem (18 de abril) passei um tempo com minha filha, pois apesar de ser um dia comum, como outro qualquer, também foi o dia em que ela completou 3 anos de vida. Eu quis relembrar a felicidade que encheu o meu coração em 18 de abril de 2011 quando ela nasceu e tornou essa data mais feliz, diminuindo a tristeza do ano anterior quando também em 18 de abril meu pai deixou o corpo físico e partiu pra eternidade. Eu não acredito em reencarnação mas é muito curioso que esses acontecimentos tão significativos na minha vida, tenham acontecido na mesma data, 18 de abril.

Então essa reflexão é uma homenagem à minha filha que, mesmo distante na maior parte da semana, torna os meus dias mais significativos. E também ao meu pai que me ensinou muito sobre valorização das pessoas em vida, e quanto ele me fez refletir sobre isso após a sua morte.

Guilherme Cordel
Cordelista e Neuropsicopedagogo

Fonte: Guilherme Cordel

Carreira Brilhante
UNIODONTO