Fecomercio

Corpo de Dança do Amazonas apresenta espetáculo "Bolero", nesta terça-feira

Concebido nas ruínas de Paricatuba, espetáculo foi adaptado e será transmitido ao vivo nas redes sociais

Por Anderson Cleuber em 06/07/2021 às 11:54:29
FOTOS: Michael Dantas/ Secretaria de Cultura e Economia Criativa

FOTOS: Michael Dantas/ Secretaria de Cultura e Economia Criativa

O Corpo de Dança do Amazonas (CDA) apresentará o espetáculo "Bolero - Nas Ruínas de Paricatuba", em uma live no palco do Teatro Amazonas, nesta terça-feira (06/07), às 20h. O evento será transmitido pelo Governo do Amazonas, por meio das redes sociais da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (@culturadoam).


Concebido para as ruínas de Paricatuba, no município de Iranduba, em 2020, com objetivo de ocupar espaços públicos com a dança, e com a direção artística e coreografia de Mário Nascimento, diretor do CDA, o espetáculo foi adaptado para o Teatro Amazonas.


"Apesar de ter sido adaptado, a ideia do espetáculo permanece", explica Nascimento. "Em Paricatuba, tudo foi montado em como seria a relação dos corpos com as ruínas, e em mostrar a resistência das raízes que penetravam naquelas ruínas. E eu penso que o Teatro Amazonas é também uma forma de resistência da arte durante esses tempos de pandemia, tanto para os Corpos Artísticos como para os grupos de artistas em geral", ressalta o diretor.

O diretor do CDA explica que os bailarinos em cena vão seguir os protocolos de prevenção e segurança contra a Covid-19. A música será "Bolero", de Maurice Ravel. "A arte é um dos remédios para a permanência da humanidade, é uma demonstração de empoderamento e tem que se fazer presente nestes tempos. As lives são uma forma de mostrar o trabalho do CDA não só em Manaus, mas para o mundo todo", declara Mário Nascimento.

O vídeo "Bolero - Nas ruínas de Paricatuba" está disponível para o público no canal do CDA, no Youtube (https://bit.ly/3AxzxAg).

Programação de Julho - Os Corpos Artísticos realizarão diversos espetáculos no mês de julho, que serão transmitidos nas redes sociais da Secretaria de Cultura e Economia Criativa. No dia 14, será realizado um concerto especial para homenagear o maestro Nivaldo Santiago, que faleceu em abril deste ano, aos 94 anos. A apresentação terá o maestro Marcelo de Jesus como regente e o solista Raimundo Nilton, ao violino.

No dia 15, a Amazonas Filarmônica volta ao palco para o concerto "Mozart e Quinteto de Schumann", com a sinfonia n.29 de Wolfgang Amadeus Mozart, e um quinteto para piano, de Robert Schumann. O regente será o maestro Marcelo de Jesus.


No dia 20, a Orquestra de Violões do Amazonas (Ovam) apresenta "De Canhoto a Nicanor", com um repertório de compositores brasileiros, como Márcio Camacho, Hermeto Pascoal, Canhoto, Sebastião Tapajós, Nicanor Teixeira, Paulo Flores, João Pernambuco, entre outros.

O espetáculo "Sinfonia Surpresa e Concerto de Khachaturian" será apresentado com a Amazonas Filarmônica, no dia 22, com obras de Franz Joseph Haydn e Aram Khachaturian. No dia 27 será a vez do Balé Folclórico do Amazonas (BFA), com o espetáculo "Cores do Rio", sobre um trabalho de pesquisa conduzido pela diretora artística da companhia, Conceição Souza, e desenvolvido pelos próprios bailarinos acerca da realidade amazônica.

No dia 29, fechando o mês de julho, a Amazonas Filarmônica apresenta a "A Forma-Sonata – Sinfonia Linz de Mozart", um concerto que será uma aula sobre a forma-sonata, encontrada na estrutura de muitas sinfonias do classicismo, com o maestro Otávio Simões.

Comunicar erro
Carreira Brilhante

Comentários

UNIODONTO